Em cerimônia no ICET equipe vencedora do XIV Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais recebe homenagem

1 fev
image_pdfimage_print

1O Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia (ICET) realizou na última sexta-feira (29) uma cerimônia para a entrega de uma placa de parabenização aos autores do aplicativo Macteaching produzido por professores e alunos do Instituto e que se sagrou vencedor da competição de pôsteres e demonstrações que ocorreu no XIV Simpósio Brasileiro sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais (IHC 2015) realizado em Salvador – BA no final do ano passado.

O aplicativo em formato de jogo para o ensino de engenharia semiótica e interação humano-computador (IHC) concorreu em uma categoria para pesquisas e tecnologia ainda em desenvolvimento, essa categoria foca em pesquisas de mestrado e doutorado, visando avaliar resultados parciais e relevâncias de temas para área.

2O jogo foi desenvolvido pelos professores Priscila Fernandes, Bruno Bonifácio que e pelos os discentes Ruddá Beltrão e Wagner Queiroz, alunos do PROMOBILE que desenvolveram o jogo e a discente Martha Fernandes, do Instituto Federal de Educação do Amazonas (IFAM – Campus de Manaus) que ficou responsável pelo design do app.

A Magnífica Reitora, Professora Doutora Márcia Perales Mendes Silva, destacou o momento singular de reconhecimento a um trabalho feito. “Este é um momento público de reconhecimento da Administração Superior da UFAM a vocês que tiveram a capacidade de se destacar em uma competição bastante concorrida e trazer para prêmio o ICET/UFAM é sempre razão de incentivo para toda a comunidade acadêmica, porque nós não trabalhamos em prol do reconhecimento, mas quando ele vem, é muito bem-vindo e faz bem, é o reconhecimento pelo esforço, pelo empenho, pela criatividade  e este prêmio é fruto de um esforço reconhecido e para a Universidade é tempo de acreditar e receber as conquistas com a devida humildade, mas com orgulho sem soberba que nos faz muito bem”, declarou.

A Diretora pro tempore do ICET, Professora Doutora Keyla Emanuelle Ramos da Silva em sua fala destacou o empenho dos homenageados. “Quando recebemos uma notícia dessas, que alunos nossos de graduação, saíram daqui, desenvolveram um app, foram apresentar um trabalho fora do estado, concorrendo com pessoas de outro nível, de mestrado e doutorado, nos dá muita felicidade e orgulho e mais ainda é ver pessoas como Bruno e a Priscila que são filhos da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), alunos de graduação e mestrado do Instituto de Computação (ICOMP) que se mantiveram na instituição, saíram de Manaus e hoje compõem o corpo docente do ICET, e que o empenho que eles têm de dar o seu melhor para que o Instituto cresça e consiga fornecer uma melhor formação aos alunos. Parabéns aos alunos que vocês sirvam de exemplo para os outros, mostrando que com esforço e empenho é possível grandes feitos e parabenizo a UFAM como um todo pelo gesto de reconhecimento do aos seus discentes e docentes”, completou.

O discente Ruddá Beltrão enfatizou o amor que sente pela profissão. “Eu posso dizer que estou muito feliz neste momento, quando nos ganhamos a premiação em Salvador achávamos que já tínhamos chegado ao momento máximo e hoje vem mais essa homenagem, eu quero aqui agradecer aos professores Bruno, Priscila, Alterney e Felipe que nos fizeram apaixonar pela profissão e procurar fazer melhor, é óbvio que dificuldades existem, inclusive financeiras e de locomoção, mas a gente supera quando ama aquilo que faz”, comentou.

Já o discente Wagner Queiroz mencionou o esforço da equipe foi recompensado e que pretende participar de outros eventos da área. “Concorremos com pesquisas da graduação e de mestrandos e doutorandos também. Apesar de reconhecer a qualidade do nosso trabalho, não esperava ganhar, mas quando anunciaram o nosso primeiro lugar fiquei muito feliz e a felicidade ficou completa quando os professores do simpósio se mostraram interessados em usar o aplicativo desenvolvido por nós. Agora queremos participar de muitos outros eventos científicos e trocar experiências com os pesquisadores da área”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *