13 jun

Comunidade universitária do ICET recebe palestra sobre comportamento seguro no trânsito

WP_20180612_005[1]O Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia (ICET) recebeu na manhã desta terça-feira, (12) a palestra “Nós somos o Trânsito”, proferida pelo Major da Polícia Militar Rubens Tadeu Castro Alves, a programação fez  parte do movimento “Maio Amarelo”.

A palestra idealizada pelo Comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar de Itacoatiara para o público universitário, convoca a academia a fazer uma reflexão sobre suas condutas para evitar acidentes de trânsito,  buscando chamar a atenção da sociedade para refletir sobre às estatísticas de trânsito.

Durante a palestra, o Major Castro Alves abordou diversos pontos para a segurança e tranquilidade de condutores, motociclistas, ciclistas e pedestres. O palestrante ainda falou sobre  os diferentes aspectos ligados à acidentes de trânsito, como a imprudência – quando a pessoa assume o risco do que faz, dirigindo depois de beber, por exemplo; negligência, quando deixa de ter um hábito que pode salvar sua vida, como usar capacete, por exemplo; e imperícia, quando o sujeito não possui habilidade para executar uma ação, mas a faz mesmo assim e a responsabilidade de cada um para a humanização do trânsito na nossa cidade

No final do evento, ele ainda convidou os jovens a adotarem uma atitude transformadora. “Acredito que a conscientização é a maior das ferramentas para combater os índices de acidentes na cidade, que só nos últimos dois dias vitimou quatro pessoas na cidade, sendo três da mesma família”, comentou.

Para a Coordenadora Administrativa, a TAE Kátia Rufino, a palestra foi muito importante para compreender melhor a importância que a iniciativa de cada um tem no trânsito. “Ficamos muito felizes em receber essa palestra e poder dar nossa contribuição no sentido de conscientizar os ouvintes a respeito da importância de um trânsito seguro, buscando modificar a conduta de condutores, levando-os a respeitar as leis estabelecidas independentemente de qual posição ocupem no trânsito, seja como pedestres, motoristas ou passageiros, pois todos integram o trânsito. O trânsito vai mudar quando as pessoas perceberem que estão fazendo errado”, ressaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *