Alunos do ICET são aprovados no mestrado da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (PPGI-UNIRIO)

9 fev
image_pdfimage_print

Os alunos do Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia da Universidade Federal do Amazonas (ICET/UFAM) Rodrigo Feitosa Gonçalves e Joicilene Melo Miranda foram aprovados no Programa de Pós-Graduação em Informática da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (PPGI-UNIRIO) para cursarem o Mestrado.

Concorrendo com mais de 180 candidatos, Rodrigo e Joicilene conseguiram o 1º e o 2º lugar, respectivamente, na área de “Análise de Complexidade na Governança e Engenharia de Sistemas de Informação” e na área de “Mobilidade Urbana e seu Impacto nos Sistemas Inteligentes de Transporte”.

O PPGI-UNIRIO se destaca pelo fato de apresentar como área de concentração a pesquisa em Sistemas de Informação que têm um papel preponderante no funcionamento das organizações e influência contínua na sociedade. Praticamente todas as atividades humanas na sociedade moderna envolvem Sistemas de Informação, onde agentes humanos e computacionais interagem para atingir seus objetivos.

Rodrigo tem 24 anos, natural de Parintins, cursou Engenharia de Software no ICET/UFAM no período de 2016 a 2020 e Joicilene, natural de Parintins, tem 22 anos e cursou Sistemas de Informação no período de 2015 a 2020. Abaixo uma entrevista com os dois alunos contando os desafios e as expectativas de cursar o mestrado em outro estado.

A conquista também é comemorada pela Profa Odette Mestrinho Passos, que orientou os dois alunos nos seus respectivos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC), onde ressalta a importância da pesquisa na descoberta e desenvolvimento de novas teorias, e deseja sucesso nessa nova jornada e sabedoria para encarar as próximas etapas.

Entrevista com os discentes

1) Como foi o processo seletivo? Quais as etapas?

Rodrigo e Joicilene: A primeira etapa foi a indicação do projeto de pesquisa (dentre os projetos listados no programa, onde tínhamos que escolher no mínimo 1 (um) e no máximo 3 (três) projetos de pesquisa). Em seguida tínhamos que descrever as intenções de pesquisa para cada projeto selecionado, contendo: a motivação para a escolha do projeto de pesquisa, como pretende contribuir com o projeto de pesquisa e como pretende desenvolver o trabalho (visão metodológica).

Essa foi uma das etapas mais importante do processo seletivo, pois através dela os candidatos tinham que ter um bom conhecimento sobre metodologias da pesquisa para que pudessem sugerir uma que fosse viável para utilizar no projeto escolhido.

A segunda etapa foi a análise do Curriculum Vitae, onde as publicações de artigos científicos, PIBIC e Monitoria contribuíram muito para a aprovação no mestrado. Então aconselhamos a sempre participarem de projetos pesquisas para que ganhe conhecimento e experiência. Destaco ainda que, além de saber realizar uma pesquisa, é necessário deve ter a capacidade de desenvolver inovações para solucionar problemas nas empresas que o programa tem parcerias. Resumindo, fomos avaliados no Pré-Projeto (qualidade técnica e aderência) e no Curriculum Vitae (conhecimento acadêmico e perfil profissional).

Como se sente com o resultado?

Rodrigo: Uma das primeiras coisas é o sentimento de gratidão, pois desde o início da graduação que eu venho almejando a oportunidade de fazer o mestrado. Vejo essa oportunidade como a maior prova que a dedicação e foco são a chave para que nós possamos alcançar nossos objetivos. Dedico essa conquista aos meus pais que são as minhas maiores inspirações e são o meu porto seguro.

Qual a importância do ICET para esse resultado?

Rodrigo: O ICET teve a maior parte de contribuição nesse resultado, pois com os conhecimentos que foram repassados no curso eu tive a oportunidade de ter uma visão mais sólida sobre as várias oportunidades que o meu curso de Engenharia de software pode proporcionar.

Joicilene: Acredito que o ICET foi um dos principais incentivadores para esta conquista. Através dos conhecimentos adquiridos durante o curso, principalmente nas disciplinas Metodologia da Pesquisa e Trabalho de Conclusão de Curso, além do grande incentivo à pesquisa que o curso proporciona, foi possível alcançar a aprovação neste processo seletivo de mestrado.

O que contribuiu para que você fosse aprovado no Mestrado?

Rodrigo: Eu tenho conhecimento que meu sucesso depende da minha dedicação e esforço aos estudos, mas acredito que depois de todas as experiências que pude obter com os professores de graduação, eu consegui usá-las para meu benefício. Acho válido destacar que em especial as disciplinas Metodologia da Pesquisa e Trabalho de Conclusão de Curso foram de grande relevância para que eu pudesse ter alcançado a aprovação no mestrado, pois através do meu trabalho final de graduação, orientado pela professora Odette Passos, eu pude ganhar uma gama imensa de conhecimentos científicos e técnicos que são de suma importância para todo profissional, pois uma boa escrita é exigida no mercado de trabalho, ainda mais na área de Engenharia de Software que trabalha com documentos como relatórios técnicos.

Quais as expectativas para o início do Mestrado?

Rodrigo: As expectativas são as melhores possíveis, pois através do mestrado vejo a oportunidade de crescer profissionalmente e alavancar a minha carreira para que eu possa contribuir com a sociedade. Eu espero poder deixar a marca do ICET e as portas abertas para que outros egressos possam ter a oportunidade que estou tendo.

Joicilene: Minhas expectativas são as melhores possíveis, pois é uma oportunidade de crescimento tanto pessoal como profissional e quero buscar sempre aprimorar os conhecimentos adquiridos ao longo desses anos e, principalmente, aprender coisas novas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *